Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

André Silva: «Orgulhoso na época que fiz e com vontade de dar tudo pela Seleção»

Avançado do Eintracht Frankfurt está pronto para o Campeonato da Europa

André Silva realizou uma temporada fantástica no Eintracht Frankfurt, tendo apontado um total de 29 golos em todas as competições e ao ser questionado se podia prometer um golo por jogo no Europeu, recorreu aos números.

"Com a estatística que tenho, 16 golos em 38 jogos, é um pouco complicado. Só posso prometer que estou orgulhoso na época que fiz e tenho muita vontade de dar tudo pela Seleção e ajudar em tudo o que for possível. Esta época traz-me motivação e confiança. Mostra que todas as minhas fases, más ou boas, me tornaram num jogador melhor e que posso ajudar a Seleção Nacional. Somos um conjunto muito forte e a união é o ponto mais forte desta equipa", começou por dizer na primeira conferência de imprensa do estágio de Portugal.

O avançado do Eintracht não antecipa qualquer vantagem, pelos golos que marcou, para poder ser titular ao lado de Cristiano Ronaldo e também retirou a pressão de Portugal estar a defender o título de campeão da Europa.

"Não vejo qualquer vantagem, temos todos de respeitar a opinião do selecionador. Temos de trabalhar para podermos ser opção, o resto faz parte das escolhas do treinador. É verdade que os meus golos, junto com os de Ronaldo são muitos, mas isso já passou e agora temos de dar tudo pela Seleção. Só prometo trabalho, dedicação e disciplina. São coisas que posso prometer em nome da equipa. Sabemos que somos os atuais campeões europeus e isso é motivo de orgulho, mas agora partimos para outra competição e vamos dar tudo para a vencer. Há que ver sempre os dois lados da moeda. Claro que ganhar um Europeu dá-nos mais responsabilidade, mas também nos traz mais confiança. Para além de sermos os campeões, há outros valores que vamos levar connosco", sublinhou.

Como atua na Alemanha, adversária de Portugal na fase de grupos do Campeonato da Europa, André Silva revelou aquilo que lhe têm dito no seu clube.

"O comentário que mais usam é que é o grupo da ‘morte’. Mas, nós jogadores conseguimos desfrutar desses jogos e gostamos de os disputar. Sabemos do que somos capazes, mas para além de o sabermos, temos de demonstrar dentro do campo que conseguimos", destacou.

A Seleção Nacional volta a treinar esta sexta-feira, pelas 10h30, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Por Luís Magalhães
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2020

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.