Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

Cristiano Ronaldo: «A covid-19 é um assunto que cansa toda a gente»

Capitão da Seleção faz a antevisão do jogo de estreia no Europeu

• Foto: Reuters

Cristiano Ronaldo fez esta segunda-feira a antevisão do jogo de estreia de Portugal no Europeu, amanhã, diante da Hungria.

Posição preferida com este plantel
"Sinto-me confortável a jogar na frente, como sempre. Onde for o melhor para ajudar a equipa a ganhar. Para mim, a posição não é o mais importante. O mais importante é a equipa ganhar. Qualquer posição está bem para mim. O importante é ajudar a Seleção a ganhar."

Recorde
"Além do recorde, não é um recorde que me deixe efusivo, é um bom recorde, o recorde mais bonito era ganhar duas vezes seguidas um Europeu. A equipa tem estado bem, está preparada. Desejo que amanhã a equipa entre com o pé direito, que é muito importante neste tipo de competições. Vamos jogar contra uma equipa bem preparada, que terá o apoio do público no seu estádio. É importante ter os adeptos."

Covid-19
"Não julgo que seja um fator importante neste momento. Quanto mais nos focarmos em algo, a concentração vira-se mais para aí. Foi uma pena o João ter testado positivo. Não estamos preocupados. Não falamos do Covid-19. É um assunto que cansa toda a gente. A equipa está concentrada. Para muitos, será o primeiro Europeu. Seguimos todas as indicações. Estamos focados nos jogos. Não estamos focados nesse tema."

Foco
"Bom, isso veremos no final do jogo. Temos de estar focados única e exclusivamente em nós. Trabalhamos muito bem nos últimos dias. Sabemos que a Hungria é uma equipa forte e que jogará com o apoio do público. Vamos estar concentrados para entrarmos com o pé direito, que é muito importante. Queremos entrar bem."

Futuro na Juventus
"Já jogo a um alto nível há 18 anos. Acho que isso não me faz cócegas. Se eu tivesse 18 ou 19 anos acho que não dormia a pensar no meu futuro. O foco está na Seleção. É o meu quinto Europeu. Quero é entrar bem."

Última vez que a Seleção entrou a ganhar numa competição de seleções
"Eu até nem me lembro. Isso não quer dizer nada na minha opinião, mas se me disserem que entramos a perder e que ganhamos no final... O plantel é jovem, mas tenho a certeza que vamos fazer um bom Europeu e que os jogadores vão estar todos preparados."

Esta é uma equipa melhor que a de 2016? As diferenças entre o Ronaldo desse ano e o de agora.
"Como equipa não sabemos, é uma competição diferente. Esta não é obviamente a mesma equipa que em 2016, é uma equipa mais jovem, com um potencial enorme. Só a competição dirá se somos melhores ou piores. A nível pessoal, não sou o mesmo jogador que era com 18 anos, há 10 ou há cinco. Vamo-nos adaptando. A inteligência de um jogador de futebol é adaptar-se ao jogo. O jogo em si está diferente. Os jogadores que têm uma longevidade no futebol são aqueles que se conseguem adaptar. Os números falam por si: tenho-me adaptado dos 18 aos 36 anos. Eu trabalho sempre para conseguir coisas a nível pessoal e coletivo. Acho que as épocas têm sido bastante positivas. Acho que me adaptei muito bem a todas as épocas que já joguei."

Presença de adeptos nos estádios
"Eu acho que todos os estádio deviam estar lotados, é bonito para o futebol. Não somos nós quem decide. Mas nós, como jogadores, gostamos de ver os estádios cheios. E para nós, oxalá que os estádios estivessem sempre cheios."

Por Record
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Euro 2020

Notícias