Danilo: «Quando sofremos o primeiro golo, fomos mais com o coração do que com a cabeça»

Internacional português lamentou falha de eficácia frente à congénere da Ucrânia

• Foto: LUSA

Portugal perdeu (1-2) na deslocação à Ucrânia, esta segunda-feira, em jogo a contar para a qualificação para o Campeonato da Europa de 2020, num encontro em que as várias oportunidades de golo criadas não foram suficientes para levar a melhor sobre os ucranianos.

No final do encontro, Danilo Pereira afirmou que o primeiro golo da Ucrânia, logo no arranque da partida acabou por condicionar a resposta da equipa comandada por Fernando Santos durante a primeira parte, assumindo que a Seleção Nacional foi "mais com o coração do que com a cabeça".

"Há dias em que a bola não entra. Quando sofremos o primeiro golo, fomos mais com o coração do que com a cabeça e depois sofremos o segundo golo. Na segunda parte entrámos mais cocentrados e conseguimos marcar, mas não foi suficiente", frisou o médio português.

No que toca ao apuramento direto, Portugal continua a poder qualificar-se em segundo lugar do grupo, e é isso que Danilo apontou para o futuro. "Não há que fazer agora é ganhar os jogos que faltam para estarmos no Europeu. O nosso objectivo era o primeiro lugar, mas ainda temos hipóteses de ir de forma direta e é isso que vamos tentar", assegurou.

Já perto do final do encontro, o médio português teve nos pés a oportunidade de empatar a partida, mas a bola foi com estrondo à barra da baliza ucraniana. "São coisas do jogo, tentei, e foi à barra. Às vezes entra, outras vezes não. É assim o futebol", lamentou.

Por Sérgio Magalhães e Luís Magalhães
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Euro 2020

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.