UEFA rejeita recurso e Sérvia recebe Luxemburgo à porta fechada

Manifestações racistas no jogo com Portugal originaram castigo

O Comité de Apelo da UEFA rejeitou esta terça-feira o recurso apresentado pela Federação sérvia de futebol ao castigo de um jogo à porta fechada aplicado pelo Comité de Ética e Disciplina por manifestações racistas no jogo com Portugal.

Esta decisão significa que a Sérvia vai ter mesmo disputar o próximo jogo de qualificação frente ao Luxemburgo, em Belgrado, na quinta-feira, sem espetadores nas bancadas.

Além deste castigo, a Federação sérvia terá de pagar uma multa de 33.250 euros e ficará ainda sujeita a um período de liberdade condicional de um ano, a iniciar-se três dias antes de receber a Ucrânia, que já assegurou o apuramento, no último jogo do grupo B da fase de qualificação.

A punição é consequência de manifestações de índole racista de uma parte do público presente durante o jogo com Portugal, disputado em Belgrado, que terminou com a vitória dos lusos por 4-2.

A seleção sérvia integra o grupo B juntamente com as seleções da Ucrânia, que já garantiu o primeiro lugar e o respetivo apuramento, de Portugal, com a qual disputa ainda o segundo lugar de acesso direto à fase final do Euro2020, da Lituânia e do Luxemburgo.

Por Lusa
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Euro 2020

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.