Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

Simon Kjaer foi herói no socorro a Eriksen e ainda acalmou a namorada do médio

Capitão dinamarquês manteve-se calmo e sereno nos minutos dramáticos no estádio Parken, em Copenhaga

A rápida intervenção das equipas médicas foi absolutamente decisiva para reanimar Christian Eriksen no Dinamarca-Finlândia e dessa forma evitar aquilo que poderia ter sido uma lamentável tragédia em pleno relvado do estádio Parken, em Copenhaga.

Mas há um nome que merece destacado e pode ser considerado herói: Simon Kjaer. O defesa-central e capitão da seleção dinamarquesa foi o primeiro a socorrer o companheiro de equipa. Assim que Eriksen caiu desamparado, Kjaer percorreu mais de metade do campo e teve dois gestos que se revelaram determinantes para o desfecho da situação. Primeiro, ao não deixar que a língua de Eriksen dobrasse, facilitando dessa forma a respiração do colega. Depois, colocou o corpo do médio de 29 anos numa posição lateral, como 'mandam' os protocolos de socorro imediato, até à chegada dos responsáveis médicos.

Mas o papel de Kjaer não ficou por aí. O experiente defesa, de 32 anos, manteve-se sempre calmo e sereno enquanto decorriam as manobras de reanimação. Quando os restantes jogadores dinamarqueses já estavam naquela zona do campo, formando uma espécie de barreira humana a impedir que as câmaras captassem mais imagens do momento dramático que ali se vivia, o capitão dirigiu-se ao lado contrário do campo para confortar a namorada de Eriksen, que saltou para o relvado à procura de explicações. Ao lado do guarda-redes Kasper Schmeichel, Kjaer aproximou-se de Sabrina Kvist Jensen, deu-lhe um abraço e tranquilizou-a.

Por André Antunes Pereira
8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Dinamarca

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.