Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

Bruno Fernandes: «Nunca fomos capazes de tentar mandar no jogo»

Médio português assume dificuldades, mas promete equipa renovada diante da França

• Foto: EPA

Titular na derrota portuguesa diante da Alemanha, por 4-2, Bruno Fernandes assumiu que Portugal sentiu dificuldades perante a turma germânica e admitiu que em momento algum os jogadores lusos foram capazes de assumir o jogo em Munique. De olho no que aí vem, o médio do Manchester United garante que Portugal aprendeu com os erros e irá apresentar-se com uma versão corrigida frente à França, na quarta-feira.

"Entrámos bem no jogo, conseguimos marcar golo, tivemos ainda algumas oportunidades para fazer um bocadinho melhor no último passe ainda na primeira parte. Depois, a Alemanha foi superior e teve todo o mérito em ganhar o jogo. Nunca fomos capazes de tentar mandar no jogo em algum momento. Então, aquilo que retiro é que será mais um jogo que temos de ganhar, independentemente do que acontecesse hoje, o objetivo seria ganhar à França. Claro que se tivéssemos ganhado hoje a passagem seria mais fácil."

"O que posso dizer é que a equipa vai tentar melhorar, dar o máximo e tentar ganhar o jogo para seguirmos para a próxima fase. Toda a gente viu este jogo, foi muito duro e tornaram o jogo muito difícil para nós. Posso dizer que tivemos mais tempo com bola na segunda parte, mas eles reagiram sempre muito rápido e pressionavam bem. O último jogo será um jogo grande, entre duas grandes equipas, mas temos de olhar para nós próprios e ver o que temos de fazer para ganharmos o jogo.

"Acho é que não consegui, como os meus colegas, ter a posse de bola que desejaríamos. Não conseguimos entrar nos espaços, eles encostaram os alas em nós e não conseguimos sair lá de trás. Mas temos de saber sair disso, hoje não fui capaz, mas o que mais me importa é que, coletivamente, o jogo nos tivesse corrido bem. Não foi possível".

Por Record com Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portugal

Notícias