João Manuel Pinto: «Fernando Santos tem vindo a renovar muito bem a Seleção»

Antigo jogador elogia trabalho do selecionador na véspera na meia-final da Liga das Nações

• Foto: Bruno Teixeira Pires

O ex-jogador e atual treinador de futebol João Manuel Pinto considera que a seleção de Portugal tem jovens jogadores talentosos no elenco que vai disputar a fase final da Liga das Nações, de 5 a 9 de junho.

Internacional pela equipa das quinas por uma vez, num jogo contra a Inglaterra, em 2002 (1-1), o antigo futebolista de FC Porto, Benfica e Belenenses realçou que o país tem produzido excelentes gerações de jogadores desde o grupo que venceu o mundial de sub-20, em 1989, na Arábia Saudita, e que o atual grupo não é exceção, com uma mistura de experiência e juventude.

"Desde que foi campeão da Europa, Portugal tem feito grandes trabalhos, principalmente o treinador, Fernando Santos. Para já, há jogadores novos, com muita qualidade, com futuro", realçou à Lusa o treinador, de 46 anos, que, na época passada orientou o Sertanense, do Campeonato de Portugal.

Para João Manuel Pinto, a seleção lusa está até melhor do que na sua geração, responsável por jogadores como Figo e Rui Costa, já que há muita margem para renovação - a seleção, por exemplo, apresenta 15 mudanças face à convocatória do Euro2016, em França, que venceu.

"Há vários jogadores campeões da Europa que não estão nesta competição, porque já deixaram de jogar. É preciso renovar. O Fernando Santos tem vindo a renovar e a renovar muito bem", frisou.

O primeiro obstáculo de Portugal na fase final da competição é a Suíça, num jogo agendado para as 19:45 de 05 de junho, no Porto, e o ex-futebolista antecipou um "jogo de alta intensidade", em que Portugal, apesar de ter melhores individualidades, vai ter de estar muito "concentrado" para garantir a presença na final.

"Não há jogos fáceis hoje em dia, seja qual for a competição. Vão estar 11 contra 11 e tudo é possível, mas acredito que Portugal possa levar vantagem. Portugal tem excelentes jogadores, em excelente momento de forma, a grande nível", realçou.

João Manuel Pinto alertou, no entanto, para a capacidade física do adversário, que contam com o benfiquista Seferovic, melhor marcador na última edição da I Liga portuguesa, e lembrou a evolução apresentada pelos helvéticos nos últimos anos.

"A Suíça também tem vindo, nos últimos anos, a trabalhar muito bem. Tem uma equipa bastante competitiva, trabalhando internamente. Depois, tem jogadores realmente espalhados pela Europa toda, em grandes clubes", disse.

O atual treinador conhece o futebol suíço, já que representou o Sion na fase final da sua carreira, entre 2004/05 e 2006/07, e considerou que o futebol suíço está hoje melhor face ao maior investimento dos clubes em jogadores.

"Quando cheguei à Suíça, o futebol estava em crescendo, em desenvolvimento. Neste momento, faz frente aos grandes, porque trabalhou para isso. Também os clubes investiram. Foram buscar bons jogadores. Normalmente, naquele tempo, a Suíça voltava-se para os jogadores da casa", concluiu.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga das Nações

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0