Koeman e o jogo com Portugal: «Se tivermos a bola, Ronaldo não pode fazer nada no ataque»

Holanda venceu a Inglaterra e vai defrontar a Seleção Nacional na final da Liga das Nações

• Foto: Reuters

Ronald Koeman, selecionador da Holanda, considera que a sua equipa mereceu vencer a Inglaterra (3-1) e apurar-se para a final da Liga das Nações, onde no domingo (19h45) irá defrontar Portugal, no Estádio do Dragão.

"Foi um jogo positivo, porque tivemos o controlo da partida desde o seu início. Na primeira parte, sinto que jogámos pelos lados. Devíamos jogar mais pelo meio, porque foi aí que a Inglaterra teve mais problemas. Sofremos um penálti escusado, mas nunca desistimos do resultado. Fomos a melhor equipa. Foi um jogo de desgaste. A nossa prestação não me surpreendeu. Na fase final do jogo, estivemos em melhor forma física", começou por dizer.

Em seguida, Koeman projetou já o encontro com os campeões europeus e Ronaldo foi, obviamente, tema de conversa. "Vamos estudar o jogo [com Portugal] e recuperar. E se houver jogadores que não possam ser mobilizados, temos excelentes suplentes. [Na outra meia-final] a Suíça jogou melhor, por vezes. Mas nem tudo tem a ver com a posse da bola. Tem a ver com os resultados, e o Ronaldo foi fantástico", lembrou, dando a receita para o próximo jogo:

"[A final] não vai ser uma batalha entre dois jogadores [Cristiano Ronaldo e Van Dijk], mas entre Portugal e Holanda. Às vezes, é impossível defender bem contra o Ronaldo. O que podemos fazer é manter a posse da bola, porque, se a tivermos, ele não pode fazer nada no ataque."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga das Nações

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.