Sérgio Oliveira e o facto de ser o único dos três grandes na Seleção: «Não faço a convocatória»

Médio do FC Porto 'atira' a questão para Fernando Santos

• Foto: DR

Sérgio Oliveira tem estado em evidência no FC Porto e foi chamado por Fernando Santos para os próximos compromissos da Seleção Nacional, a começar pelo particular com Andorra, amanhã, e os duelos com a França e a Croácia, para a Liga das Nações. O jogador é único representante dos três grandes na convocatória, mas minimizou a questão.

Vai ser titular amanhã? Como se sente fisicamente, depois de tantos jogos seguidos?
"Estou na Seleção para dar o meu melhor, seja a titular, na bancada ou a treinar. Somos Portugal! Em relação à nossa gestão, temos mais informação, temos de ter mais cuidado e tentar recuperar o mais rapidamente possível. Todos os jogos são importantes."

Único representante dos três grandes nesta convocatória
"Como me sinto? Sinto-me bem, sinto-me um jogador português na Seleção Nacional. Não está cá um dos nossos capitães [Pepe], mas tem de perguntar isso ao mister, não sou eu que faço a convocatória."

Que benefícios há em jogar Andorra antes da França?
"Benefícios? É ver o número de jogos que temos tido, benefícios não há muitos. Vamos encarar este encontro para ganhar. Vamos tirar ilações positivas e depois disso pensar na França."

Como está o grupo?
"Para todos estar na Seleção é motivo de orgulho, é sempre bom reencontrar amigos. Mas viemos cá para ganhar, competir e representar da melhor forma Portugal. É isso que vamos fazer nestes três jogos."

No clube joga de 3 em 3 dias, na seleção também 3 em 3 dias...
"Temos de ter mais cuidados ao nível de alimentação e do descanso. Isso tira-nos tempo de trabalho em treino, para preparar o jogo será sempre mais difícil, se calhar é mais ao nível de vídeo e de palestra, não tanto no campo. Mas é a realidade de um mundo que vive em pandemia, temos de nos adaptar e deixar as desculpas de lado."

Sente-se na sua melhor forma?
"Já disse anteriormente que vocês [jornalistas] ligam muito aos números. Se calhar faço mais um trabalho invisível que não é tão valorizado, mas sinto-me bem e espero continuar bem a minha equipa e na Seleção Nacional."

Proganismo que ganhou no FC Porto
"Penso que seja uma evolução natural do jogador, tento melhorar as lacunas que tinha, a parte defensiva, é um trabalho que tenho de fazer dia a dia com ajuda do Sérgio Conceição e do Fernando Santos. Tento aproveitar cada treino e cada jogo para evoluir."

Como se sente um médio com jogadores como João Félix e Ronaldo na frente?
"É uma sensação ótima saber que podemos contar com os melhores jogadores da atualidade, isso é bom. Podem dar-nos vitórias e é sempre bom jogar com os melhores."

Vai transpor a veia goleadora para a Seleção Nacional?
"Sinto-me com capacidade, tenho de me sentir orgulhoso por estar neste grupo. Se jogar vou dar o meu melhor, se contribuir com golos e assistências, tanto melhor."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga das Nações

Notícias

Notícias Mais Vistas