Record

Calculadora não nos larga

Nem a vitória garante passagem de Portugal aos ‘oitavos’, mas deixa equação quase resolvida

• Foto: Miguel Barreira
A Seleção Nacional sub-20 já está em Incheon, cidade sul-coreana onde no sábado vai tentar garantir o apuramento para os ‘oitavos’ do Mundial. Depois do desaire com a Zâmbia (1-2) e do empate com a Costa Rica (1-1), a ‘sina’ da calculadora volta a andar de mão dada com as equipas portuguesas.

No entanto, há uma maneira de resolver a questão sem ter de estar atento a muitos jogos: conseguir um resultado igual ou melhor (incluindo golos) ao dos costa-riquenhos com a Zâmbia. Dessa forma, a formação orientada por Emílio Peixe ficaria em 2º lugar e deixava o assunto resolvido. Mas mesmo que os ‘Ticos’ ultrapassem Portugal, um triunfo continua a ser quase uma garantia de apuramento como um dos quatro melhores terceiros. Para essa fórmula falhar é necessário que Alemanha (a um golo da equipa das quinas), Guiné (a dois) e Vietname (a três) também vençam e saltem para a frente na diferença de golos.

O milagre dos dois pontos

Embora o pensamento da comitiva nacional esteja unicamente na conquista dos três pontos, a verdade é que, por incrível que pareça, até é possível seguir em frente com... dois pontos. Ora, para que um empate com o Irão seja suficiente é preciso uma conjugação de resultados bastante simpática para a equipa das quinas.

Para começar, a Costa Rica não poderia bater a Zâmbia nem ficar com mais golos marcados do que Portugal. Além disso, é obrigatório que dois dos jogos entre os duelos Guiné-Conacri-Argentina, Alemanha-Vanuatu e Honduras-Vietname acabem empatados.
Por Pedro Gonçalo Pinto
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial Sub20 2017

Notícias

Notícias Mais Vistas

M