«Deviam ter beijado o chão que pisei»: Materazzi atira-se a italianos após cabeçada de Zidane

Ex-internacional pela Itália afirma que foi alvo de críticas após a final do Mundial de 2006

• Foto: Reuters

A cabeçada de Zinedine Zidane no peito de Marco Materazzi será, para muitos, uma das grandes imagens que vêm à memória sempre que se fala da final do Mundial de 2006, que terminou com um triunfo transalpino. Para um dos intervenientes, o italiano neste caso, também o é.

Através de uma conversa com o chefe Davide Oldani, no Instagram, o ex-internacional pela 'squadra azzurra' recordou o momento em que foi atingido pelo atual treinador do Real Madrid e não poupou nas críticas aos italianos que não saíram em sua defesa após o incidente.

"O Zidane foi protegido pelos franceses, mas eu fui despedaçado pelos meus próprios compatriotas, que não vi como reais italianos. Eu sou patriota, vou sempre defender as cores de Itália. As críticas desses foram o que mais me doeu depois desse Mundial. Essas mesmas pessoas deveriam ter beijado o chão que pisei, visto que eu marquei o empate na final", apontou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial

70 anos de Maracanaço: A nação na palma da mão

Jogava-se no Brasil a final do Mundial de 1950 e todos antecipavam a vitória dos anfitriões! Mas os uruguaios fintaram o destino, sambaram no pé e arrebataram a Taça Jules Rimet! Fez ontem 70 anos que se cumpriu, em português do Brasil, uma das páginas mais negras do futebol brasileiro…

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0