A dura batalha de Danny Rose contra a depressão

Lateral inglês confessou os problemas com que se deparou durante esta temporada

Danny Rose
Danny Rose • Foto: Reuters

O lateral inglês do Tottenham, Danny Rose, confessou que passou por um dos anos mais complicados da sua vida na temporada que terminou.

Tudo começou com a lesão (uma ruptura num dos ligamentos do joelho). O tratamento não progredia e as injeções que tomava também não ajudavam e Rose começou a tomar comprimidos contra a ansiedade e a depressão.

"Tudo derivou da minha lesão em janeiro do ano passado, quando me avisaram que não necessitava de ser operado. Não sei quantos comprimidos tomei para tentar ficar em forma ou quantas injeções tive de levar", explicou o internacional inglês.

Rose confessou que ver os seus companheiros vencerem o Arsenal e Man. United enquanto ele não podia jogar, foi "muito díficil".

Após a operação no verão, em que ficaria afastado por mais três meses, o seu estado depressivo piorou. "Ser remetido a um médico e um psicólogo por parte do médico do clube ajudou-me a superar a situação", admitiu o lateral.

Mas isto não foi o pior para Rose. "Em agosto, a minha mãe sofreu insultos racistas em Doncaster, e ficou muito em baixo. Pouco depois, alguém chegou a casa e quase acertou com um tiro na cara do meu irmão. Ninguém sabia disto, mas o meu tio lembrou-se da situação a meio da minha reabilitação e isso também desencadeou a minha depressão", afirmou o internacional.

O lateral comentou que durante este período não quis trabalhar ou focar-se na sua recuperação, que simplesmente não queria sair de casa. 

"Não é nenhum segredo que passei por um teste. Tive que afastar-me do Tottenham e tenho sorte por a Inglaterra me ter dado outra oportunidade de refrescar a minha mente. Devo-lhes muito", confessou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.