O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Eduardo: «Portugal é capaz de vencer qualquer seleção neste momento»

Ex-internacional português pede paciência diante de Espanha

Eduardo
Eduardo • Foto: Miguel Barreira
O guarda-redes português Eduardo acredita que Portugal poderá ter uma estreia vitoriosa no Mundial'2018 diante da Espanha se tiver paciência e usar da qualidade individual, frisando que a equipa das quinas tem qualidade para vencer qualquer seleção.

Em declarações à agência Lusa, o guardião que representou Portugal no Mundial'2010, no Brasil, falou também dos compatriotas que agora defendem as redes portuguesas e da saída inesperada de Julen Lopetegui do cargo de selecionador espanhol.

"Portugal tem de ser paciente, usar aquilo que melhor tem, a qualidade individual e ser desta que levamos de vencida a Espanha. Portugal, de certeza, que está preparado. É capaz de vencer qualquer seleção neste momento", começou por declarar.

Contudo, o guardião do Chelsea, de Inglaterra, lembra que os últimos confrontos diante dos espanhóis - nomeadamente nos oitavos de final em 2010 - não abonam a favor de Portugal, mas salienta que agora Portugal é mais respeitado, face ao título de campeão da Europa que conquistou em 2016.

"É um jogo difícil, mas Portugal já está habituado, porque nos últimos campeonatos temos jogado com a Espanha. São jogos sempre bem disputados, mas infelizmente não tem ido para o nosso lado. Portugal está preparado, capaz, forte mentalmente e o facto de sermos campeões da Europa e de olharem para anos com mais respeito, será difícil", argumentou.

A saída de Julen Lopetegui do cargo de selecionador espanhol, substituído de imediato por Fernando Hierro, não terá algum tipo de vantagem para Portugal, segundo Eduardo, que considera a "experiência" espanhola suficiente para superar a situação.

"A Espanha tem um lote de jogadores experiente, jogam juntos há muito tempo e de certeza que saberão lidar da melhor forma com a situação. Não creio que possa ser uma vantagem [para Portugal]. Devem preparar-se para aquilo que conseguem fazer e levar de vencida a Espanha pelo que consegue fazer e não por essa situação", justificou.

Por fim, deixou uma mensagem aos colegas que agora ocupam a sua posição na seleção, afirmando que Portugal "está bem entregue" e que "não existirão problemas me qualquer uma das três opções".

A equipa lusa tem estreia marcada frente à Espanha, no dia 15 de junho, em Sochi.

Além dos espanhóis, Portugal defronta Marrocos no dia 20 de junho, em Moscovo, e o Irão, de Carlos Queiroz, a 25, em Saransk, nos restantes jogos do Grupo B do Campeonato do Mundo, que arranca a 14 de junho e termina a 15 de julho.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial 2018

Notícias
M M