Fator Guardiola anima canarinha

Prenúncio de sucesso

• Foto: Reuters

Um dos grandes favoritos ao triunfo no Mundial é o Brasil e, ao que parece, a turma canarinha tem do seu lado uma estatística... animadora! A imprensa brasileira fala mesmo num ‘fator Guardiola’ ao lembrar a influência da equipa orientada pelo técnico catalão, o Manchester City, no escrete. Com quatro jogadores (Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus), o clube inglês é o mais representado nos eleitos de Tite e isso é um excelente prenúncio para os brasileiros. É que, nos dois Mundiais anteriores, os campeões foram precisamente as seleções onde o conjunto então orientado por Pep Guardiola tinha mais representantes: foi assim em 2010, com a Espanha (que tinha sete elementos do Barcelona); e também em 2014, com a Alemanha (contava, igualmente, com sete jogadores do Bayern). Além disso, tanto há oito anos, como há quatro, o clube com mais jogadores convocados para o Mundial volta a ser o comandado pelo treinador espanhol: o City viu serem chamados 16 futebolistas – em oito seleções, entre elas Portugal, com Bernardo Silva. Já em 2010 fora o Barcelona (com 13), enquanto em 2014, esse estatuto pertenceu ao Bayern, a par do Manchester United, com 14.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.