A menos de um mês do início do Campeonato do Mundo, Carlos Queiroz, selecionador do Irão, fez uma pequena antevisão do confronto com a Seleção Nacional e das possibilidades de a sua equipa passar aos ‘oitavos’ num grupo que tem Espanha e Portugal como favoritos.

"As nossas possibilidades vão resultar daquilo que fizermos dentro de campo. Os jogadores vão fazer tudo o que está ao seu alcance e eu confio que eles possam surpreender", refere o português ao jornal luxemburguês ‘Contacto’, não escondendo que o duelo com a Seleção Nacional será emotivo. "Mentiria se não dissesse que preferia outro adversário. Para mim não se trata de um jogo ‘contra’ Portugal, mas sim ‘com’ Portugal", salienta.

O técnico de 65 anos conseguiu, com o Irão, a 4ª qualificação para Mundiais e não esconde o desejo de chegar à 5ª. "Depois de 36 anos de carreira, é normal fazer uma reflexão depois do Campeonato do Mundo. Não estou à procura de algo novo, mas não coloco de lado um projeto que me permita chegar ao recorde de cinco qualificações", conclui.

Temas:

Queiroz