Federação boliviana recorre do castigo da FIFA por utilização irregular de Cabrera

Castigo aplicado a 1 de novembro 'custou' 4 pontos

• Foto: Reuters

A Federação Boliviana de Futebol anunciou esta quarta-feira que vai recorrer do castigo de duas derrotas pela utilização irregular de Nelson Cabrera, nascido no Paraguai, em dois jogos de qualificação para o Mundial'2018.

O castigo aplicado pela FIFA a 1 de novembro 'custou' à Bolívia quatro pontos, pois nesses jogos venceu o Peru, por 2-0, a 1 de setembro, e empatou 0-0, cinco dias depois, com o Chile.

Com a retirada desses pontos, a Bolívia 'caiu' para o nono e penúltimo lugar do torneio sul-americano, com sete pontos.

Apenas os quatro primeiros se apuram diretamente para o Mundial "2018, que se disputará na Rússia, enquanto o quinto classificado disputará um playoff.

Nelson Cabrera nasceu no Paraguai e disputou um jogo pelo seu país de origem em 2007. Em fevereiro deste ano, naturalizou-se boliviano.

Segundo os regulamentos da FIFA, um jogador só pode 'reivindicar' uma mudança de seleção depois de passar cinco anos consecutivos no seu novo país, pelo que Cabrera só poderia representar a seleção boliviana a partir de 2018, como referia o protesto apresentado pela Federação de Futebol do Chile.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018 - América do Sul

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.