Suárez está de volta à casa de partida

Começou a ‘morder’ a glória aos 18 anos no Metropolitano, num jogo da Libertadores

• Foto: Reuters

Onze anos, cinco meses e oito dias depois Luis Suárez voltará a pisar o relvado do Estádio Metropolitano, onde a 3 de maio de 2005 fez o seu primeiro jogo como profissional. Nessa partida da Taça Libertadores, frente ao Junior de Barranquilla, o então avançado do Nacional de Montevideo entrou ao 75 minutos, mas passou despercebido. Não marcou, não mordeu ninguém e saiu derrotado (3-2).

Agora regressa à casa da partida com outro estatuto e nível de ameaça. Aos 29 anos, o companheiro de Messi e Neymar no ataque do Barcelona é o máximo goleador da história do Uruguai (46 golos), mais 10 do que Cavani, com quem faz dupla na seleção. "São jogadores que fazem a diferença", avisou o defesa colombiano Jeison Murillo, companheiro de João Mário no Inter. E é nesta dupla de artilheiros que Óscar Tabárez aposta para sair da Colômbia com mais três pontos na caminhada para o Mundial e a liderança do grupo. Luis Suárez já marcou dois golos na fase de qualificação e Cavani sete, dois deles na última jornada, no 3-0 à Venezuela, em que o 9 do Barça fez duas assistências.

Ausência de James

Barranquilla não traz boas recordações aos uruguaios. Ali foram goleados nas duas últimas visitas em fases de qualificação para Mundiais (5-0 a caminho do Alemanha’2006 e 4-0 rumo ao Brasil’2014). A boa notícia para Tabárez (e terrível para Pékerman) é que a Colômbia não conta com a estrela James Rodríguez, por lesão. O craque do Real foi o carrasco do Uruguai no último Mundial, ao apontar os dois golos da vitória nos ‘oitavos’ , o primeiro deles eleito o melhor da competição.

Por Aurélio de Macedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial 2018 - América do Sul

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.