Irão de Queiroz vence no Qatar e reforça liderança

Técnico português aproveita derrotas de Coreia do Sul e Usbequistão

• Foto: EPA

O Irão, orientado por Carlos Queiroz, venceu no Qatar por 1-0 - golo de Mehdi Taremi aos 52 minutos - e reforçou a liderança do Grupo A da qualificação asiática para o Mundial'2018, até porque Coreia do Sul e Usbequistão, os principais perseguidores, perderam com a China e com a Síria, respetivamente.

"Foi uma grande prova de caráter da nossa parte. Viemos ao Qatar fazer o que nos competia, perante uma equipa que tinha ainda uma palavra a dizer nesta luta pelo Mundial. O Qatar preparou-se ao detalhe, tem outros recursos, está em estágio desde 3 de Março, mas mostrámos a nossa força e demos mais um passo muito importante na luta pela presença no Mundial. Foi uma pena não termos feito mais golos, porque os nossos jogadores mereciam ver premiada a forma como dominaram, especialmente na segunda parte", sublinhou o técnico português.

Queiroz deixou ainda uma mensagem de aviso no ar. "Agora importa perceber que nada está garantido: as dificuldades continuam a ser muitas na nossa preparação e temos ainda jogos muito importantes pela frente. Se queremos fazer história e alcançar uma inédita segunda classificação consecutiva para um Mundial, devemos manter o mesmo rumo, unidos e empenhados", concluiu o selecionador iraniano.

Depois deste triunfo, o Irão soma 14 pontos (em 6 jogos), mais quatro do que a Coreia do Sul e cinco do que o Usbequistão a quatro jornadas do fim da 3.ª e última fase de qualificação para o Mundial'2018. O primeiro e segundo classificados do grupo apuram-se diretamente, pelo que, para já, Queiroz deu um passo de gigante para chegar à fase final da competição e dois dos últimos 4 jogos serão precisamente contra a Coreia do Sul e o Usbequistão.

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018 - Ásia

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.