Fernando Santos justifica convocatória com exemplo pré-Euro'2016

Observar jogadores para seleção "sempre aberta"

• Foto: Lusa

Nem Ronaldo nem Rui Patrício e uma mão cheia de novidades: assim é a convocatória de Fernando Santos para os particulares com a Arábia Saudita e os Estados Unidos que o selecionador nacional justifica com a sempre "aberta" equipa das quinas.

"A convocatória segue a mesma linha de análise de jogadores. Fizemos isto antes do Euro'2016 e seguimos agora a mesma regra que é manter sempre o foco total no que são os jogos. Nesta convocatória alguns não estão por algumas razões outros por outras, há três ou quatro casos de lesão que surgiram nos últimos 3/4 dias. Obviamente que alguns jogadores não estão por pura gestão, outros porque não podem estar por lesão, outros ponderámos porque começaram agora a sua fase competitiva, depois de recuperarem de lesão, como é o caso do Raphael [Guerreiro], do Nani. William, Renato Sanches ou André Gomes, que não estão por impedimentos físicos. Temos muitos jogadores para observar. Continuará sempre a ser um grupo muito aberto", afirmou esta sexta-feira em conferência de imprensa.

E prosseguiu, abordando o caráter solidário dos encontros: "Não podemos tornar isto numa espécie de festa. Portugal não vai jogar só por um objetivo solidário. É desportivamente importante. O futebol tem mostrado de forma inequívoca a sua solidariedade perante estes acontecimentos trágicos que marcaram o nosso país. Há que encarar os jogos com 200% de concentração, para vencer. São dois adversários importantes, de dois continentes diferentes que raramente defrontamos. No Mundial, podem surgir seleções asiáticas ou americanas e é importante prepararmo-nos. O drama que atingiu o país também me diz muito diretamente porque a casa dos meus avós também foi à vida".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018 - Europa

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.