Leonel Pontes: «Minutos iniciais serão decisivos»

O português, que treina o Debrecen, dá conta das alterações da Hungria desde o Euro2016

• Foto: Filipe Farinha

Leonel Pontes, atualmente no Debrecen, 10º classificado da liga húngara, acredita que Portugal vencerá uma Hungria com sinais de mudança. O treinador português salienta os contextos diferentes dos dois confrontos mas vai dando conta de que "há mudanças significativas", uma das quais "na baliza, com a entrada de Peter Gulacsi, titular do Leipzig que até há pouco tempo discutiu a liderança da Bundesliga com o Bayern Munique". Mas o sector defensivo também foi mexido: "Guzmics e Juhász jogaram em França e não entram agora nas contas, ao contrário do que sucede com o central Paulo Vinícius, um brasileiro naturalizado ao fim de seis anos a jogar no Videoton."

No centro do terreno, uma das novas caras é David Holman, "um jogador do Debrecen que rendeu Akos Elek". Em função do que tem lido e interpretado, "a Hungria jogará com três centrais". De um modo geral, Pontes dá conta de um clima de expectativa no país em relação ao jogo: "Toda a gente acredita que o duelo com Portugal é a última oportunidade de qualificação. A própria federação anulou uma jornada da liga para antecipar a concentração da equipa, sinal da importância da partida."

Para Pontes, "os minutos iniciais serão decisivos". Apesar de serem portugueses os melhores futebolistas, "há condicionantes coletivas que interferem nos jogos", como "o equilíbrio, a organização coletiva, a estratégia", razão pela qual todo o cuidado é pouco. "Os primeiros 20 minutos serão altamente relevantes para a definição das coisas, sabendo que o retardar do golo torna tudo mais perigoso para a equipa à partida mais forte", afirma a concluir.

Adaptação muito complicada

Leonel Pontes reconhece que a adaptação à Hungria está a fazer-se com dificuldade: "Chegámos em agosto e deparámo-nos com um cenário de muitas entradas e saídas. Ainda agora, no mercado de inverno, saíram 11 e entraram cinco jogadores no plantel." De qualquer modo, nada que o faça recear o futuro: "Estamos a trabalhar para harmonizar a equipa e dar-lhe mais consistência."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018 - Europa

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.