Quaresma: «Só tenho de respeitar as opções do treinador»

Começou o jogo com a Letónia no banco de suplentes

• Foto: Paulo Calado

Ricardo Quaresma não se mostrou incomodado com o facto de começar o jogo com a Letónia no banco de suplentes. O jogador da Seleção Nacional frisou que o importante é ajudar a equipa.

"É sempre um prazer entrar e ajudar a equipa. Tento aproveitar sempre as oportunidades, mas o mais importante é a equipa. Só tenho de respeitar as opções do treinador e dar o meu melhor", revelou à RTP.

Sobre o jogo, Quaresma falou de uma missão cumprida: "Fizemos o nosso trabalho, continuamos na luta e o nosso objetivo é estar no Mundial. É por isso que aqui estamos".

Por fim, o extremo abordou a participação portuguesa na Taça das Confederações: "É um orgulho enorme poder jogar esta Taça das Confederações. Agora é descansar e continuar a trabalhar. Obviamente que vamos lá para tentar chegar o mais longe possível".

Por Pedro Gonçalo Pinto e Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018 - Europa

Notícias