Ricardo Rodríguez sem medo

Lateral da Suíça quer defrontar a Hungria, mesmo sabendo que um amarelo o afasta da Luz

• Foto: Reuters

Ricardo Rodríguez até fica arrepiado quando lhe perguntam se não é preferível falhar o jogo de sábado com a Hungria para garantir, desde logo, a presença na finalíssima com Portugal. "O quê? Eu quero jogar sempre!", vinca o lateral-esquerdo da Suíça, que fica fora do embate da Luz se for ‘amarelado’ em Basileia.

A resposta sai que nem uma bala da boca de Rodríguez, o qual tem, todavia, a noção da posição hierárquica que ocupa na seleção. "Quem decide é Petkovic. Ele vai conversar comigo. Dir-lhe-ei que não sou um colecionador de cartões amarelos. Nem sei como chego aqui nesta situação...", diz o defesa, convencido que a Suíça sairá de Lisboa apurada para o Mundial: "Somos uma grande equipa e demonstrámo-lo nesta campanha. Continuaremos a ganhar! Não ficámos longe de alcançar algo grandioso no Brasil e em França. Creio que a sorte vai mudar..."

Colega de André no Milan

O decisivo duelo de terça-feira marca o reencontro de Rodríguez com André Silva. Defendem ambos o Milan, já tendo coincidido em campo cinco vezes. A equipa dirigida por Montella ganhou quatro desses encontros, tendo perdido apenas um (Roma). O jogador helvético marcou dois golos, enquanto o português ficou em branco. Fernando Santos espera que na Luz a situação se inverta...

Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial 2018 - Europa

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.