Selecionador de Holanda culpa árbitro e guarda-redes pela derrota frente a França

Blind considera que merecia pelo menos um ponto

• Foto: EPA

O selecionador da Holanda considera que os seus jogadores mereciam pelo menos um ponto no embate com França. A derrota em casa, por 1-0, foi atribuída por Danny Blind ao mau trabalho da equipa de arbitragem, chefiada pelo esloveno Damir Skomina, e ao seu guarda-redes Maarten Stekelenburg, que podia ter feito mais no remate de Paul Pogba, autor do golo do triunfo dos visitantes.

"É inacreditável que não tenha sido marcado penálti naquela jogada. O quarto árbitro veio ter comigo ao intervalo e garantiu-me que não tinha sido mão [de Laurent Koscielny no remate de Vincent Janssen]. Quando ouvi aquilo, pensei 'mas o que é isto?' Merecíamos um ponto neste jogo, por aquilo que fizemos diante de um adversário forte. França tem mais qualidade e mais jogadores capazes de marcar golos", considerou o selecionador holandês, falando depois do golo sofrido:

"Penso que o Maarten defende remates daquele tipo com facilidade na maior parte das vezes. Ele sabe disso, até porque é isso que sucede nos treinos."

A Holanda ocupa o terceiro lugar no Grupo A de qualificação para o Mundial'2016, com quatro pontos, menos três do que França e Suécia.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial 2018 - Europa

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.