Confederação asiática muda jogos de qualificação para o Mundial'2022 para Sharjah

Em causa estão as restrições nas viagens devido à pandemia da Covid-19

As restrições de viagens, devido à pandemia da Covid-19, obrigaram à alteração de vários jogos previstos para a China, da qualificação para o Mundial'2022, para Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos.

Nesta segunda-feira, a Federação chinesa de futebol anunciou que sete jogos do grupo A, com a China, Síria, Maldivas, Filipinas e Guam seriam no Dubai, mas esta terça-feira a Confederação Asiática avançou que os mesmos serão na cidade vizinha de Sharjah.

A impossibilidade de a China receber os jogos deve-se à situação pandémica da Covid-19 nas Maldivas e na Síria, o que obrigaria as seleções dos dois países a cumprirem quarentena à chegada, inviabilizando os jogos.

No Twitter, o avançado Ali Ashfaq, das Maldivas, anunciou que teve um resultado positivo ao novo coronavírus, e não estará nos jogos de qualificação.

"Os restantes sete jogos do grupo, que envolvem Síria, China, Filipinas, Maldivas e Guam, terão lugar no Estádio Sharjah", informou já esta terça-feira a Confederação Asiática (AFC), estando por definir a ordem dos jogos.

Com sete jogos por disputar, o grupo A da qualificação asiática é liderado pela Síria, com 15 pontos, seguida da China, com 10, Filipinas, com sete, Maldivas, com seis, e Guam, sem qualquer ponto.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.543.125 mortos no mundo, resultantes de mais de 170,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas