Coronavírus: Qatar anuncia primeira morte entre trabalhadores do Mundial'2022

Vítima é um engenheiro de 51 anos sem outros problemas de saúde conhecidos

• Foto: Reuters

O Comité Organizador do Mundial'2022 de futebol, no Qatar, confirmou esta quinta-feira a primeira morte associada à covid-19 entre os trabalhadores no projeto, especificando que se trata de um engenheiro sem outros problemas de saúde conhecidos.

"Infelizmente, a 11 de junho, um engenheiro, de 51 anos, empregado pelo consórcio Conspel, morreu em consequência da covid-19", indicou hoje, duas semanas após o sucedido, o Comité Organizador do Mundial2022, sem especificar a nacionalidade.

Fonte próxima da organização indicou à AFP que foram identificados 1.102 casos de covid-19 entre os trabalhadores do Mundial2022, tendo o país uma das taxas mais elevadas de contágio, de 3,3% entre os 2,75 milhões de habitantes (com mais de 90.000 casos).

A pandemia de covid-19 já provocou quase 479 mil mortos e infetou mais de 9,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela AFP.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.