Loucura dos cromos na Argentina leva governo a intervir: Messi vale 300 euros no mercado negro

Quiosques e Panini estão em pé de guerra

Filho de Messi já conseguiu o cromo do pai
Filho de Messi já conseguiu o cromo do pai • Foto: Instagram Antonella Roccuzzo
A febre dos cromos do Mundial parece estar fora de controlo na Argentina e até o governo já teve de intervir para mediar o conflito entre a Panini e os quiosques no país.

Segundo o jornal 'El País', a procura superou todas as expectativas e os preços dispararam no mercado negro. Um cromo de Messi vende-se a mais de 300 euros.

Mas o pior é mesmo a guerra dos quiosques com a Panini, que acusam a empresa de ter beneficiado outros pontos de venda, como supermercados, bombas de gasolina e até aplicações na internet.

O jornal espanhol falou com o dono de um quiosque no centro de Buenos Aires, que contou ter vendido todas as caixas que recebeu em apenas um dia. O pior foi lidar com a ira dos clientes que não chegaram a tempo de comprar...

Contou que vários indivíduos tentaram destruir-lhe o estabelecimento, violência que foi registada em outros pontos do país. Os quiosques não recebem cromos em quantidade suficiente e acusam a Panini de deslealdade, por não ter dado prioridade aos vendedores tradicionais.

Há quem diga que o aumento da procura pode estar relacionado com o facto de este poder vir a ser o último Mundial de Lionel Messi, mas também há quem defenda que a falta de cromos se deve a uma suposta estratégia da Panini para fomentar as vendas.

A Secretaria de Comércio mostrou a intenção do governo em mediar o conflito. Reuniu à mesma mesa a união de quiosques da Argentina e uma delegação da Panini, com o intuito de "encontrar possíveis soluções".

Mas o encontro mereceu também críticas por parte de outros setores da sociedade, que consideram que em vez da questão dos cromos, o governo devia preocupar-se com problemas bem mais graves, como a inflação. 
Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas