Polónia recusa-se a jogar playoff de acesso ao Mundial'2022 frente à Rússia

Anúncio feito pelo presidente da Federação do país e Lewandowski já reagiu

• Foto: Reuters
Cezary Kulesza revelou este sábado que a Polónia não pretende disputar o playoff de acesso ao Mundial'2022 diante da Rússia, marcado para 24 de março, na sequência da invasão à Ucrânia. Numa curta mensagem nas redes sociais, o presidente da Federação do país destacou que "chegou a altura de agir".

"Chega de palavras! Devido à escalada de tensão da Rússia contra a Ucrânia, a seleção da Polónia não pretende participar no jogo do playoff frente à Rússia. Esta é a única decisão correta. Estamos em negociações com as restantes federações para apresentar a nossa posição à FIFA", escreveu na conta pessoal do Twitter.







Robert Lewandowski, avançado do Bayern e da seleção polaca que tinha garantido que tentaria convencer os companheiros a não entrar em campo, apoiou imediatamente a decisão, frisando que os jogadores russos e os adeptos não têm qualquer culpa do sucedido.

"É a decisão correta. Não consigo imaginar disputar um jogo frente à seleção russa numa situação em que as investidas armadas à Ucrânia continuam a acontecer. Os jogadores russos e os adeptos não são responsáveis por isso, mas não podemos fingir que nada está a acontecer", explicou.





Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas