Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F
Grupo G
Grupo H

Tudo por causa de uma foto no Twitter: Irão pede suspensão dos EUA por "ofensa à dignidade" do país

Clima de tensão cresce a poucos dias de um jogo que vai muito para lá do relvado

Era sabido de antemão que o encontro entre Estados Unidos e Irão seria muito mais do que uma partida de futebol e aquilo que se tem assistido nas últimas horas confirma-o. Além da troca de palavras entre Jurgen Klinsmann, um antigo selecionador norte-americano, e Carlos Queiroz, que levou mesmo os iranianos a pedir o afastamento do alemão do seu cargo na FIFA, agora surge um pedido da Federação Iraniana para que os norte-americanos sejam suspensos pela FIFA. Tudo por causa de uma foto no Twitter...

Em causa está a publicação feita pelos Estados Unidos naquela rede social, ao apresentar um gráfico com as contas do grupo no qual colocou uma bandeira do Irão sem o emblema da República Islâmica. A publicação enfureceu os iranianos, que se sentiram ofendidos na sua dignidade. Em resposta, os Estados Unidos justificaram a sua publicação como um gesto de "apoio às mulheres que lutam no Irão pelos diretos humanos básicos", acabaram por apagar a publicação, mas a porta para a polémica estava aberta.

Segundo a agência noticiosa Tasnim, o Irão apresentou uma queixa formal ao Comité de Ética da FIFA, dizendo que os adversários tinham desrespeitado a bandeira nacional da República Islâmica do Irão. Para suportar a sua queixa, os iranianos apontam à secção 13 do regulamento da FIFA, na qual está escrito que "qualquer pessoa que ofenda a dignididade ou integridade de um país, pessoa ou grupo de pessoas deve ser sancionado com uma suspensão de pelo menos 10 jogos ou por um período específico, ou por outra medida disciplinar apropriada".

De notar que estas duas equipas se vão enfrentar na terça-feira, pelas 19 horas, numa partida que decidirá o destino de ambas as formações neste Mundial'2022. A bola ainda não rolou, mas a tensão é cada vez maior...
Por Fábio Lima
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão