Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F
Grupo G
Grupo H

Carlos Carvalhal: «Portugal é uma equipa talhada para estas competições»

Treinador do Celta de Vigo foi este domingo distinguido pela Câmara Municipal de Braga com a medalha Grau Ouro da cidade

• Foto: RC Celta

Carlos Carvalhal foi este domingo distinguido pela Câmara Municipal de Braga com a medalha Grau Ouro da cidade, numa cerimónia que ainda decorre no Theatro Circo.  

O antigo técnico do Sp. Braga, que hoje completa 57 anos, mostrou-se orgulhoso e "sensibilizado" pela distinção. À margem da iniciativa, falou das hipóteses de Portugal no Mundial e acredita que nada está garantido quando ao próximo campeão nacional.

Qual o significado da atribuição da medalha da cidade?
"Sinceramente, nunca esperava ser agraciado na minha cidade. Não é fácil, em Portugal, sermos agraciados em vida. Quando o presidente da autarquia, Ricardo Rio, me ligou a falar da possibilidade, fiquei sensibilizado e muito emocionado. É um orgulho muito grande levar o nome de Braga a muitos cantos do Mundo. Tal como quando venci a Taça de Portugal pelo Sp. Braga, ser homenageado na minha cidade é algo que me marca para o resto da vida."

Celta de Vigo
"Este projeto é a minha cara. Tal como o Sp. Braga, o Celta era a equipa que mais acompanhava há alguns anos, que via mais vezes no estádio, tinha uma afinidade. Depois, estamos a falar da La Liga e também a forma como o clube está estruturado. É um projeto de futuro, bom, estou relativamente próximo de casa, mas fundamentalmente porque o projeto desportivo é fantástico. E, mais do que tudo, ser escolhido por uma personalidade do futebol como é o Luís Campos só pode ser motivo de orgulho. Estou com muita vontade de corresponder."

Hipóteses de Portugal no Mundial?
"Portugal é uma equipa talhada para estas competições. É uma equipa equilibrada, joga com muitos médios, é uma equipa que, sem ser exuberante, tem um nível de performance equilibrado, sobretudo nos jogos de mata-mata. Tudo pode acontecer. Pode ser eliminado, sim, mas também pode chegar à final e vencer, porque é uma equipa que tem esse perfil. Não há nenhuma superequipa no Mundial e, mesmo sem ser favorito, coloco Portugal como um dos candidatos a ir longe e, quiçá, vencer."

Campeonato já está decidido?
"Não. Este é um campeonato com algumas assimetrias em relação ao passado devido à paragem atual e nunca sabemos o que vem a seguir. Alguma irregularidade de Sporting e FC Porto neste início tende a ser regular com o decorrer do campeonato, assim como o Sp. Braga, que se pode incluir neste lote de candidatos. O Benfica tem uma vantagem grande, tem boa equipa, mas não está nada decidido. Vai haver campeonato até ao fim."

Regresso a Portugal em aberto?
"Está sempre em aberto. Não tenho muita vontade de sair para muito longe, de me expandir, até porque agora vou ser avô. Prefiro ficar aqui mais por perto."

Por José Mário
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão