Fernando Santos: «Não receamos ninguém»

Técnico admite respeito, mas deixa garantia

• Foto: Reuters

Diante da Rússia, Portugal estará obrigado a triunfar para alimentar o sonho de avançar para as meias-finais da Taça das Confederações, mas mesmo assim, assegura Fernando Santos, todos os jogadores estão preparados para essa pressão adicional, até porque, no seu entender, todos os encontros são difíceis.

"Momentos difíceis são todos os jogos. Não há jogos fáceis. Todos os compromissos são difíceis e não há adversários fáceis. Ainda assim, espero uma resposta ao nível do que estamos habituados a dar. Não esquecer que estes jogadores, na sua maioria, escreveram a página mais brilhante do futebol português. Nem vai um ano... A minha confiança neles é ilimitada. Sabemos do grau de dificuldade, perante um adversário forte, que já prepara esta prova há um ano. Uma equipa que joga perante o seu público, está em crescendo, em renovação, que tem um treinador novo", analisou o selecionador nacional.

Questionado sobre se teme algum jogador da equipa russa, Fernando Santos foi claro. "Não receamos ninguém. Temos, sim, um enorme respeito pela Rússia, pela sua qualidade e organização. Tem jogadores com qualidade, está em renovação... Não tem muito a ver com a equipa que disputou as competições anteriores. Cada vez está mais entrosada, os jogadores estão cada vez mais evoluídos nesta nova situação. Fez um jogo muito bom na abertura desta prova. Ainda assim, não temos receio de ninguém. Temos o respeito que temos de ter, assim como a humildade para em campo saber que o adversário é poderoso", frisou.

Fernando Santos admite que irá reservar algumas mudanças frente aos russos, mas assegura que as mesmas não têm necessariamente a ver com a atuação por vezes menos bem conseguida ante o México. "Algumas existirão, até porque é impossível jogarem três jogos. Foi uma época longa, os jogadores estão desgastados. Já estava previsto e tentámos antecipar isso. Vamos procurar fazer um jogo ao melhor nível, com o objetivo de ganhar, como foi diante do México", asssegurou. Ainda assim, e confrontado com a notícia de Record, Fernando Santos não quis confirmar a titularidade de André Silva. "Nem eles sabem. Nem conseguem adivinhar, porque nem há treino...", disse, entre risos.

Vídeo-árbitro? Queixas de nada valem...

No primeiro encontro desta Taça das Confederações, Portugal viu o vídeo-árbitro anular um golo, mas para Fernando Santos não vale a pena falar daquele sistema. "A questão central é que esta prova vai ser disputada segundo este modelo e nem vale a pena discutir isso. Agora é isto, estamos adaptados, e assim será. Depois da prova, os responsáveis irão ponderar. Na vida nada é perfeito. Perfeito só Deus! Sempre há algo a alterar. Só o futuro o dirá. Os responsáveis analisarão e tomarão uma decisão", explicou.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Taça das Confederações 2017

Patrício foi enorme

Guarda-redes da Seleção Nacional possibilitou, com uma mão-cheia de excelentes intervenções, que Portugal desse a volta a uma desvantagem

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.