Abou Diaby: «Tinha potencial para chegar à Bola de Ouro»

Médio francês culpa as lesões pelo insucesso na carreira

Abou Diaby, médio que jogou no Arsenal, acredita que podia ter sido o melhor jogador do Mundo. O francês tem tido uma carreira marcada pelas lesões e atribui o seu insucesso aos problemas físicos.

"Acho que tinha potencial para conseguir isso [a Bola de Ouro]. Sempre tive grandes ambições", disparou o francês à 'France Football', antes de assumir que não sabe quantas lesões já teve.

Os números não são animadores. Numa carreira que já vai longa (13 temporadas), o jogador de 30 anos fez apenas 200 jogos. Uma média de 15 jogos por época.

De sucessor de Patrick Vieira a "homem de vidro"

Diaby chegou ao Arsenal em 2005, contratado ao Auxerre, e até foi comparado a Patrick Vieira. As parecenças físicas e no estilo de jogo eram muitos, mas a carreira de Diaby não foi tão longe.

Após duas épocas de bom nível (2008 a 2010), os problemas físicos assolaram a carreira do francês, que não mais conseguiu superar os 20 jogos por temporada, e ganhou a alcunha de "homem de vidro" devido às constantes lesões.

Aos 30 anos, Abou Diaby, que representa o Marselha, revelou à ‘France Football’ que quando deixar o futebol vai dedicar-se a projetos humanitários. Ao futebol, assumiu Diaby, voltará "só mais tarde".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0