Antigo internacional nigeriano condenado por 'match-fixing'

Etuhu terá tentado subornar guarda-redes do AIK, na Suécia

• Foto: Reuters

Dickson Etuhu, antigo internacional nigeriano, foi condenado esta quarta-feira por 'match-fixing' por um tribunal sueco. O Tribunal de Apelos de Estocolmo divulgou que o defesa, em conjunto com um antigo jogador, tentou influenciar o guarda-redes da AIK, Kyriakos Stamatopoulos, para 'facilitar' numa partida da 1ª liga sueca em 2017.

Etuhu, atualmente com 37 anos, representou vários clubes ingleses na carreira, com destaque para o Manchester City (2000-2002), e escapou a uma sentença de prisão, tendo sido condenado ao pagamento de uma multa e pena suspensa. Segundo o tribunal, "o conteúdo que foi submetido ao jogador foi tão claro que deveria ter sido considerado como uma oferta criminosa de suborno".

Etuhu tem 20 internacionalizações pela seleção nigeriana, tendo participado na CAN (2008 e 2010), assim como no Mundial da África do Sul.

Por Francisco Laranjeira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.