Arda Turan condenado a dois anos e oito meses de prisão

Jogador turco, que fica com pena suspensa, disparou num hospital uma arma para a qual não tinha autorização legal

• Foto: EPA

O futebolista turco Arda Turan, médio do Basaksehir, foi esta quarta-feira condenado a dois anos e oito meses de prisão, com pena suspensa, por ter disparado num hospital uma arma para a qual não tinha autorização legal.

O internacional turco, que já representou o Atlético Madrid e o Barcelona, não terá que cumprir prisão efetiva por ter aceitado a sentença sem recorrer, mas, para isso, está também obrigado a não cometer qualquer delito nos próximos cinco anos.

Turan, colega do defesa português Miguel Vieira no Basaksehir, foi condenado por disparado uma arma contra o chão do hospital em que estava a ser assistido o cantor popular Berkan Sahin, que o jogador tinha agredido momentos antes numa discoteca.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.