Argentina: Osvaldo ainda agora chegou e... já corre o risco de ser suspenso

Avançado ex-FC Porto pode ser tramado por gesto para adversários

• Foto: Olé

Pouco mais de duas semanas depois de se ter juntado ao plantel do Boca Juniors, o avançado Dani Osvaldo corre o sério risco de ser desde já suspenso... Tudo por causa de um gesto feito aquando da sua saída de campo na madrugada de domingo, diante do River Plate, na direção precisamente dos fãs rivais. Aquela ação - assim como a de Cata Díaz - não passou em claro ao Ministério da Segurança, que pediu à Federação Argentina de Futebol (AFA) a aplicação de uma sanção que possa servir de exemplo para o futuro.

"Independentemente das várias faltas graves cometidas durante o jogo, que foram oportunamente sancionadas pelo árbitro, preocupam o Ministério o tratamento dado pela maioria dos jogadores ao árbitro e particularmente as atitudes dos jogadores Daniel Osvaldo e Daniel Alberto Díaz [Cata Diaz], do Boca Juniors. Estes últimos são vistos a fazer gestos provocatórios na direção dos adeptos adversários, um ato que constitui uma evidente e manifesta incitação à violência, imprópria de um jogador da Primeira Divisão", pode ler-se num comunicado emitido pelo Ministério, tendo a AFA como destinatária.

Além da carta enviada à AFA, o Ministério da Segurança terá entrado em contacto com os dois clubes, pedindo ao Boca Juniors para sancionar os dois jogadores autores de gestos polémicos.



Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Liga dos Campeões vai a sorteio

Para definir o alinhamento dos ‘quartos’, ‘meias’ e final da competição, que decorre em Lisboa, entre 12 e 23 de agosto, à porta fechada

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0