Barton entrou no Rangers em julho mas já se meteu em problemas

Médio impedido de treinar após "palavras fortes" num treino

• Foto: Getty Images

A frenética atividade de Joey Barton nas redes sociais será o menor dos problemas do polémico médio de 34 anos, que em julho trocou o Burnley pelo Rangers... e tem agora o futuro em risco no clube escocês.

Barton até já pediu desculpa - uma iniciativa pouco habitual nele -, pelo incidente com Andy Halliday, no treino de terça-feira, justificando as "palavras fortes" dirigidas ao companheiro de equipa com a frustração sentida pela pesada derrota frente ao Celtic, mas a verdade é que o treinador Mark Warburton e a direção do Rangers mantêm a decisão de o impedir de treinar... pelo menos até segunda-feira.

O inglês soma assim mais um episódio que reforça a fama - e proveito - de arruaceiro na sua carreira e poucos estarão ainda dispostos a dar-lhe uma oportunidade. Mesmo no 'mea culpa' que fez através do 'Twitter', no qual assume que exagerou nos termos utilizados na discussão com Halliday e pede desculpa por isso, Barton dá 'uma no cravo e outra na ferradura':

"Não posso pedir desculpa por querer muito ganhar e por querer melhores desempenhos para mim próprio e para o Rangers. Embora entenda que não era necessário [ficar longe das instaçaões do clube], respeito totalmente a decisão do treinador." 

"Lamento o que sucedeu e na segunda-feira irei apresentar-me para treinar. Quero que o Rangers vença, é só isso que me preocupa e é minha determinação fazer tudo o que está ao meu alcance, todos os dias, para ajudar a que tal aconteça. Espero que esta mensagem clarifique a situação e acabe com toda a especulação", acrescentou Barton que esteve em oito jogos da equipa, sete como titular e um como suplente utilizado.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.