Buscas em casa e no consultório do médico de Maradona

Justiça argentina investiga Leopoldo Luque

A justiça argentina determinou buscas em casa e no consultório de Leopoldo Luque, médico pessoal de Maradona, que morreu quarta aos 60 anos, avança o Clarín.

A justiça argentina investiga se houve negligência médica, colocando em causa o cokctail de medicamentos que El Pibe tomava diariamente. Outro ponto que levanta dúvidas é se o antigo jogador tinha a assistência adequada à sua situação clínica na vivenda onde morreu no bairro San Andrés. Leopoldo Luque deve ser chamado a depor nas próximas horas.

Nas últimas horas, o jornalista que avançou com a notícia da morte de Maradona falou, em entrevista à 'Marca' da decisão de Leopoldo Luque não ter dito o nome de Maradona quando ligou a pedir uma ambulância com urgência.

Revelado o áudio da chamada do médico privado de Maradona para os serviços de emergência
"Terá sido para não revelar nada. Teríamos de lhe perguntar. Também pode vir a ter problemas ou pelo menos estar no olho do furacão. Há médicos que defendessem que se Maradona tivesse continuado internado não seria este o desfecho".

O médico esteve envolvido numa grande polémica por ter divulgado uma foto de Maradona quando ainda este estava no hospital
 
"Quero pedir desculpas a quem se sentiu ofendido. Não tive qualquer intenção disso. A foto foi combinada com Diego. Não foi decisão minha. Querio deixar isso claro", referiu então Leopoldo Luque, citado pelo 'As'.

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.