Carlos Vaz Pinto vai treinar tetracampeões quenianos do Gor Mahia

Assinou um contrato por duas temporadas

O português Carlos Vaz Pinto vai treinar o Gor Mahia FC, depois de ter orientado a equipa de sub-23 do Famalicão, anunciou o tetracampeão queniano.

Carlos Vaz Pinto assinou um contrato por duas temporadas com a formação de Nairobi, sucedendo ao brasileiro Roberto Oliveira, depois da eliminação na fase preliminar da Liga dos Campeões africanos.

"Uma honra, Gor Mahia FC! Este é o meu novo desafio: de volta a África e ao futebol africano, para liderar o Gor Mahia FC, um clube histórico do Quénia, e onde vamos trabalhar para escrever páginas de sucesso", assinalou o técnico português, de 46 anos, na conta oficial no Facebook.

O português volta ao continente africano, depois de ter orientado os etíopes do St. George e várias equipas angolanas, como o Recreativo do Libolo, Academia do Lobito e Recreativo do Caála.

Em Portugal, foi coordenador-geral do Famalicão, clube no qual treinou a formação de sub-23 na temporada passada, contando ainda experiências no Sertanense, Académica, Sezurense e Penalva do Castelo, de onde é natural.

O Gor Mahia conquistou 19 vezes o título nacional queniano, as últimas quatro de forma consecutiva, detendo ainda no historial um título de vencedor da Taça das Taças africanas, em 1987.

Esta época, o campeão queniano foi eliminado da Champions pelos argelinos do Belouizdad (derrota fora por 6-0 e em casa por 2-1), tendo sido relegado para a Taça Confederação, na qual vai defrontar os zambianos do Napsa Stars, nos 'play-offs'.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.