Cluj: Renascer de cinzas

Equipa de Toni Conceição atravessa problemas financeiros

"Conquistámos um título na dificuldade", descreveu António Conceição a Record, no dia seguinte ao triunfo épico do Cluj da Taça da Roménia, frente ao Dínamo Bucareste, nos penáltis. O treinador português repete o feito de 2009, numa altura em que o Cluj atravessava uma estável situação financeira, o que não acontece agora. "Eram outros tempos... Nesse período o clube era uma equipa que andava na Liga Europa e até Liga dos Campeões. Respirava bem a todos os níveis. Agora estamos num processo diferente. Todos conhecem as dificuldades que atravessamos, por isso esta conquista tem outro sabor. Agora temos jovens, outros mais experientes, mas que nunca tinham ganho nada. É um renascer das cinzas", explicou o técnico.

A perder por 2-0 ao intervalo, e ainda por cima a jogar em casa do adversário, o conjunto que conta com Tiago Lopes, Camora, Vítor Bruno, Dani e Filipe Nascimento viria a fazer a festa no desempate por penáltis. "Foi dramático, ainda por cima num ambiente hostil e frente a uma equipa que não jogava há dez dias, ao contrário de nós. A final era desequilibrada e mostrámos caráter", disse o técnico de 54 anos, que lamenta estar impedido pela UEFA de ir à Liga Europa. "Seria o culminar deste trajeto", lembrou o português.

Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.