«Colocavam os comprimidos esmagados na cerveja para que Maradona não se f... de noite»

Griselda Morel, psicóloga do filho mais novo de El Pibe, revela novos pormenores sobre os últimos dias do argentino

Mais meses passam da sua morte e mais histórias vêm à praça pública sobre Diego Maradona. Desta feita, chega da Argentina o testemunho de Griselda Morel, psicóloga do filho mais novo de El Pibe, Dieguito Fernando.

"Monona [a cozinheira de Maradona] contou-nos que um dos cuidadores, não nos disse qual, esmagava os comprimidos para pôr na cerveja para que não se f... de noite. Como Diego não dormia, fazia isso com os comprimidos a mando de Diego. Tudo era a mando dele. Se Diego se levantava às 9 da manhã e pedia cerveja, davam-lhe", disse Morel em Tribunal.

E prosseguiu: "Diego não queria receber ninguém. Vi-o, mas nem se lhe via a cara de tão inchado que estava".

Griselda Morel revelou ainda a conversa que teve com um massagista de Maradona que lhe disse: "Não caminha e pode fazer um edema cardiopulmonar e morrer a cagar".

Recorde-se que Diego Maradona morreu a 25 de novembro de 2020.

Por Record
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.