Coronavírus: Ajustes financeiros conduzem à igualdade de género no futebol australiano

Federação de futebol da Austrália (FFA) e o sindicato de jogadores assinaram acordo coletivo esta quarta-feira

• Foto: Facebook Hyndai-A-League

A Federação de futebol da Austrália (FFA) e o sindicato de jogadores (PFA) assinaram esta quarta-feira um acordo coletivo para as seleções nacionais que garanta os níveis de alto rendimento e a igualdade de género nas seleções masculina e feminina.

O acordo resulta dos ajustes a que o organismo foi obrigado pela crise económica desencadeada pela pandemia da Covid-19, e estará, pelo menos, em vigor até ao final do Mundial feminino de 2023, organizado em conjunto por Austrália e Nova Zelândia.

A Federação e o Sindicato concordaram em ajustar reduções salariais, para responder à crise económica, mas ambos pretendem fomentar a igualdade de género e a paridade na remuneração, partilhando equitativamente as receitas pelas seleções.

"Este acordo assegura que os socceroos [seleção masculina] e as Matildas [feminina] continuem a receber a mesma parte das receitas geradas pelas nossas seleções, mas também serve para apoiar a saúde financeira", adiantou o diretor executivo da FFA, James Johnson.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.