Coronavírus: Atletas profissionais vão poder retomar treinos na Áustria até fim de abril

Informação anunciada, esta quarta-feira, pelo Governo austríaco

O Governo austríaco, que tem vindo a reduzir as restrições que impôs por causa da pandemia de covid-19, anunciou esta quarta-feira que os atletas profissionais vão poder retomar os treinos até ao final de abril.

Esse levantamento de restrições também abrangerá os clubes que participam na principal Liga de futebol austríaca, aos quais foi recomendado iniciar os treinos em pequenos grupos, com um máximo de seis jogadores.

Segundo revelou o Ministro dos Desportos, Werner Kogler, em conferência de imprensa, o reinício dos treinos por parte dos futebolistas profissionais já estava previsto tendo em vista a retoma do campeonato, que foi interrompido há um mês.

Os moldes em que o campeonato se irá disputar após a sua suspensão serão definidos e dados a conhecer em breve pela Federação austríaca de futebol.

Entretanto, o Ministro dos Desportos fez saber que não se opunha à realização do Grande Prémio de Spielberg, de Fórmula 1, agendado para 05 de julho, admitindo que a prova possa decorrer sem espetadores, tendo em conta que as fronteiras se mantêm fechadas.

Além disso, cerca de 600 atletas profissionais de diferentes modalidades terão, a partir da próxima semana, acesso a todas as instalações desportivas interiores e exteriores, que estão fechadas desde meados de março, sendo que os mesmos deverão conservar uma distância mínima de dois metros entre si, devendo cada um efetuar o respetivo treino numa área mínima de 20 metros quadrados.

Em relação aos desportos amadores a retoma será mais gradual, estando previsto que a partir do primeiro dia de maio os praticantes de modalidades que envolvam pouco contacto, como o ténis, o golfe, o atletismo e a equitação, possam reiniciar os treinos.

Werner Kogler instou as federações a definir as medidas que viabilizem a prática dessas modalidades com total segurança, chegando a sugerir a marcação das bolas de ténis para que cada atleta toque apenas nas suas.

O governante austríaco citou ainda um estudo científico para recomendar que as distâncias entre os praticantes de atletismo aumentassem para 10 metros, em vez do metro e meio que tem sido referenciado, e para 20 metros em relação aos ciclistas de estrada.

Quanto aos desportos coletivos amadores, considerou difícil estabelecer prazos para a retoma da sua atividade em função dos riscos de contaminação pela covid-19.

A Áustria contabilizou hoje quase 400 mortes pelo coronavírus e pouco mais de 14.000 infetados, registando-se uma desaceleração significativa na propagação da epidemia, o que levou as autoridades austríacas a aliviar as restrições, permitindo que pequenas lojas reabrissem na terça-feira em todo o país.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 599 das 18.091 pessoas registadas como infetadas.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JEC // VR

Lusa/fim

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0