Coronavírus: Comemorações, troca de camisolas e cuspir serão proibidos na Premier League

De acordo com a edição de hoje do jornal britânico The Telegraph

A comemorações dos golos em equipa, a troca de camisolas e o cuspir passarão a ser proibidos nos jogos da Liga inglesa de futebol, novas regras que poderão durar até final do ano, devido à pandemia da covid-19.

De acordo com a edição de hoje do jornal britânico The Telegraph, estas medidas fazem parte do protocolo que os organizadores da 'Premier League' querem implementar na competição e que irá ser discutido pelas 20 equipas que disputam a prova.

O uso de campos neutros, a redução da duração dos jogos e a identificação das garrafas de água por cada jogador são outras medidas propostas para viabilizar o reinício da competição.

Caso o protocolo seja aprovado, as medidas serão logo implementadas nas sessões de treino das equipas, três, quatro semanas antes da realização dos jogos, para ajudar os jogadores a adaptarem-se à nova realidade.

Além de passar a ser proibido, o cuspir poderá mesmo ser sancionado pelos árbitros, ideia que recentemente foi avançada pela própria FIFA.

Inicialmente, o protocolo da 'Premier League' para a covid-19 aponta só para os restantes jogos da época 2019/2020, mas poderá ser estendido até final do ano, de acordo com a progressão na luta contra o novo coronavírus.

Na sexta-feira, os clubes do primeiro escalão inglês voltam a reunir-se, numa altura em que os organizadores da competição estão em conversações com especialistas médicos e com o governo britânico para tentar retomar o futebol em junho e disputar os 92 jogos que faltam para terminar a edição 2019/20 da 'Premier League'.

A competição foi interrompida no início de março devido à pandemia da covid-19, numa altura em que o Liverpool tinha caminho livre para ser campeão, já que lidera a prova com mais 25 pontos que o Manchester City, de Bernardo Silva e João Cancelo.

De acordo com os últimos dados, o Reino Unido apresenta o quarto maior número de infetados no mundo com o novo coronavírus (201.101) e é o país europeu que registou mais mortos (30.076), aparecendo só atrás dos Estados Unidos, a nível global.

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados -- nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América -- ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

Os campeonatos de futebol de França e Países Baixos foram, entretanto, cancelados, enquanto países como Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal preparam o regresso à competição.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 260 mil mortos e infetou cerca de 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0