De Boer diz que igualdade nos vencimentos de homens e mulheres no futebol é "ridículo"

Federação holandesa mostrou intenção de igualar diárias das seleções seniores

• Foto: USA Today Sports

Depois do recente Mundial de senhoras, disputado em França, a federação holandesa mostrou a intenção de equiparar as diárias da seleção feminina com a masculina. Uma decisão com a qual Frank de Boer discorda.

"Para mim é ridículo! É a mesma coisa que o ténis. Se a final do Campeonato do Mundo masculino é vista, por hipótese, por 500 milhões de pessoas e a feminina por 100 milhões, isso é muito diferente. Cada um deve ser pago em função daquilo que merece. Se o futebol feminino fosse tão popular como o dos homens, então sim. Mas a verdade é que não é. Então por que motivo têm de receber o mesmo? Penso que é ridículo, não entendo", contou o antigo jogador holandês, agora treinador do Atlanta United, na MLS.

A seleção dos Estados Unidos, que ganhou o Mundial feminino, iniciou esta discussão. "Se uma mulher tem uma posição de chefia num banco, então tem de ganhar o mesmo que um homem que ocupe uma posição idêntica. Aí não é uma questão física, tem a ver com a cabeça. Mas no ténis e no futebol é diferente", acrescentou De Boer.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.