Dinamarca: ex-presidente do Copenhaga condenado por manipulação no mercado de ações

Antigo proprietário e dirigente do clube vai pagar cerca de 1,2 milhões de euros

• Foto: Carlos Patrão

Flemming Ostergaard, antigo proprietário e ex-presidente do Copenhaga, conhecido por Don O, foi detido esta quinta-feira por atividades ilegais no mercado de ações.

Ostergaard foi condenado a 18 meses de prisão e a uma multa de nove milhões de coroas dinamarquesas (cerca de 1,2 milhões de euros), por manipulação no preço de mercado acionista da Parken Sport and Entertainment, a empresa proprietária do Copenhaga e do estádio do clube.

"O tribunal de recurso considera que ficou provada que a empresa colocou, através de atividades levadas a cabo no mercado de ações, o preço a um nível anormal e artificial, comparado com o seu valor de mercado", refere o comunicado do tribunal de Copenhaga.

A multa imposta a Ostergaard, de 73 anos, de cerca de 1,2 milhões de euros, foi estimada com base no lucro que o empresário terá tido nestas atividades ilegais, em 2007 e 2008.

O Copenhaga contou com Ostergaard como presidente entre 1997 e 2010, período no qual conquistou seis títulos de campeão e chegou à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.