Dirigente português no olho do furacão na Croácia: «Foi uma manobra encomendada»

Mário Branco conhece intenção dos escritos dos adeptos na parede do estádio do Hajduk Split

• Foto: Amândia Queirós

Os responsáveis do Hajduk Split acordaram no sábado de manhã com várias frases escritas nas paredes do Estádio, contestando o trabalho do presidente croata Ivan Kos, do treinador esloveno Marijan Pusnik e do diretor desportivo português Mário Branco.

Os escritos na parede do estádio

Foi precisamente com este último que o Record falou para perceber as razões de tal acção. E Mário Branco explica que teve um objectivo claro. "O Hajduk Split tem os adeptos ultra mais antigos da Europa, nasceram em 1950. E quando eles querem protestar, fazem-no sempre nos jogos com tarjas. Pelo que esta situação foi uma encomenda. Uma manobra encomendada por estarmos a mexer com poder instituído do clube. Repare, o presidente é croata mas não é de Split e o treinador e eu somos estrangeiros. Estamos a fazer uma profunda alteração para reerguer o clube e é natural que mexamos com alguns poderes anteriores. Foi alguém que tentou desestabilizar para ter publicidade", afirmou o antigo diretor desportivo do Estoril, lembrando que os primeiros sinais do trabalho profundo que a nova equipa está a realizar já surgiram: "Temos 13 pontos e, se na 7.ª jornada da época passada, o clube tivesse os mesmos pontos de agora, seria líder. Fomos eliminados apenas nos penáltis do playoff da Liga Europa frente ao Maccabi Telavive, um clube que tem um orçamento dez vezes superior ao nosso. Também temos tido muito boas notícias no clube nos últimos três meses".

O Hajduk Split ocupa o 4.º lugar na liga croata, a 6 pontos de Dinamo Zagreb e HNK Rijeka, as duas únicas equipas com quem perdeu já esta época no campeonato.

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.