Dois casos positivos na Dinamarca, selecionador e jogadores em isolamento

Hjulmand, Wieghorst e os jogadores que estão em isolamento vão falhar o particular de quarta-feira

• Foto: Reuters

A seleção dinamarquesa colocou oito jogadores e alguns membros da equipa técnica, incluindo o selecionador Kasper Hjulmand, em isolamento devido a dois casos positivos da covid-19 na equipa, revelou esta terça-feira a federação de futebol local (DBU).

O avançado Robert Skov, que joga na Alemanha no Hoffenheim, e o fisioterapeuta da formação escandinava acusaram positivo ao novo coronavírus, apesar de não terem sintomas, e abandonaram o estágio de preparação para o particular com a Suécia e os duelos com Islândia e Bélgica, da Liga das Nações.

Como medida de prevenção, a DBU colocou o selecionador Kasper Hjulmand e o seu adjunto Morten Wieghorst em isolamento, assim como oito jogadores, incluindo Martin Braithwaite, do FC Barcelona, e Yussuf Poulsen, do Leipzig.

Hjulmand, Wieghorst e os jogadores que estão em isolamento vão falhar o particular de quarta-feira com a Suécia, em Brondby, mas poderão estar disponíveis para as duas últimas rondas do Grupo 2 da Liga A da Ligas das Nações, caso apresentem um teste negativo para a covid-19.

Em 15 de novembro, a Dinamarca recebe a Islândia em Copenhaga, e três dias depois defronta a Bélgica em Bruxelas, no fecho do agrupamento.

Após quatro jornadas, os belgas lideram o grupo, com nove pontos, seguidos da Dinamarca e Inglaterra, ambos com sete, e da Islândia, que continua com zero.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.255.803 mortos em mais de 50,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas