Doyen ganha 18 milhões por Leandro Damião

Santos condenado a pagar à empresa

A justiça brasileira condenou o Santos a pagar mais de 74 milhões de reais (cerca de 18 milhões de euros) à Doyen, pelo empréstimo para a contratação de Leandro Damião, avançado que chegou à Vila Belmiro em 2014. 

A decisão do Fórum Cível de São Paulo, que é passível de recurso, obriga o Santos a pagar a dívida em três dias, bem como os honorários dos advogados, fixados em 10 por cento do valor total - cerca de 1,8 milhões. Caso não pague, terá bens penhorados.

Leandro Damião, atualmente no Bétis, assinou pelo Santos em dezembro de 2013. O clube financiou-se junto da Doyen Sports para pagar os 13 milhões de euros ao Internacional de Porto Alegre, com juros de 10 por cento ao ano. A devolução da verba deveria ter sido feita até final do contrato do jogador.

O acordo previa que o valor mínimo de transferência seria 18 milhões de euros e, caso o futebolista deixasse o Santos a custo zero, então o clube teria de pagar este valor à Doyen. Em janeiro deste ano, Damião conseguiu a desvinculação do Santos após uma batalha de um ano na justiça. Agora, o tribunal condenou o clube a pagar à Doyen.

Trata-se de mais uma vitória para a empresa que tem o português Nélio Lucas como CEO, depois de ter visto também o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) condenar o Sporting a pagar mais de 12 milhões de euros no âmbito da transferência de Marcos Rojo para o Manchester United.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas