EPFL diz ser preciso "criar um sistema financeiro mais justo e equilibrado"

Associação Europeia de Ligas Profissionais garante estar a monitorizar mercado de transferências

• Foto: Reuters

A Associação Europeia de Ligas Profissionais de Futebol (EPFL) garantiu esta sexta-feira, em comunicado, que está a monitorizar o atual período de transferências, "caracterizado por gastos excessivos" e "inflação nos salários".

O organismo defende a necessidade de "criar um sistema financeiro mais justo e equilibrado para o futebol profissional" e entende que "é responsabilidade dos acionistas preservar uma competição justa e adequada tanta a nível nacional como internacional".

A EPFL, que já foi liderada pelo português Emanuel Macedo de Medeiros, assegurou ainda que o seu principal objetivo "é melhorar e proteger o equilíbrio competitivo dentro das diversas ligas" e mostra-se disponível para colaborar com a FIFA, com a UEFA e com os acionistas "na salvaguarda de um futebol profissional justo e financeiramente sustentável, a bem de jogadores, clubes e adeptos".

O comunicado surge um dia depois de o brasileiro Neymar ter protagonizado a mais cara transferência de sempre, trocando os espanhóis do FC Barcelona pelos franceses do Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.