Ex-avançado do FC Porto acusado de bater numa mulher

Ernesto Farías recebeu visitas em casa durante a quarentena e os convivas acabaram todos na esquadra

• Foto: Instagram

Foi um fim-de-semana complicado para Ernesto Farías, ex-avançado do FC Porto. O antigo jogador, que agora trabalha nos escalões de formação do River Plate, viu-se envolvido numa confusão, acabando acusado de bater numa mulher. Além disso, violou a quarentena, obrigatória por estes dias no país, e terá de responder a um processo.

Farías terá promovido uma reunião social na sua casa, em La Plata, que acabou mal. Uma mulher de 23 anos diz que foi agredida por Farías, uma confusão que culminou com a presença das autoridades policiais no local.

Depois de ter sido feita uma chamada para a linha de emergência, onde se dizia que estava uma "pessoa descompensada" naquela morada, um carro patrulha da polícia dirigiu-se ao apartamento onde a jovem contou que Farías a agrediu e a agarrou pelo pescoço. Com esta mulher, conta a imprensa argentina, estava um homem de 37 anos, que disse ter sido atingido no nariz, e outra jovem de 22 anos, que mostrou um hematoma.

Os quatro foram conduzidos à esquadra e aí o ex-jogador (que vestiu a camisola do FC Porto durante quatro temporadas) explicou que foi a mulher de 23 anos quem começou as agressões, acusando-a de quebrar vários objetos do seu apartamento, onde vive sozinho desde que se separou da mãe dos seus quatro filhos.

O jornal 'Olé' adianta ainda que a notícia não caiu bem no River Plate. O clube teme que o ex-avançado seja acusado de violência de género, pelo que foi suspenso preventivamente, até que a justiça esclareça o caso.

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas