Ex-Sporting só quer deixar Israel: «Mostraram-nos o bunker como se fosse um anexo da casa»

Jogador do Hapoel Beer Sheva fala sobre o conflito entre o país e o Hamas

• Foto: Paulo Calado

Os confrontos em Tel Aviv, Israel, entre militares israelitas e o Hamas, da Faixa de Gaza, que ocorreram na noite de segunda-feira abalaram o mundo e, em especial, a população do Médio Oriente.

Em declarações à rádio 'La Red', o ex-sportinguista Marcelo Meli relatou tudo o que se passou na noite em que Tel Aviv recebeu centenas de bombardeamentos vindos de Gaza, pormenorizando o terror que sentiu naquele momento.

"Ontem recebemos o alerta de bombardeamento. Soou o alarme na cidade que querem dizer quanto estamos em perigo de receber mísseis e nós encondemo-nos dentro do bunker que temos em casa. Tens entre 30 a 45 segundos para te esconderes. Esperamos um pouco e depois subi para espreitar se vinham os mísseis", começou por dizer o atual jogador do Hapoel Beer Sheva, clube que está sediado em Beersheva, cidade a cerca de 108 quilómetros de Tel Aviv.

"Estou muito perto de onde estão a acontecer as coisas. Estou a uns 45 ou 50 minutos de Tel Aviv. Estou eu e a minha companheira. Quando nos mudamos para cá, a imobiliária mostrou-nos o bunker como se fosse um anexo da casa. Disseram-nos que temos 90 por cento de possibilidades de nos salvarmos nestas ocasiões. As janelas têm quatro fechaduras e deves fechá-las por dentro. Tem janelas e uma porta de aço. Passamos a noite ali dentro. Sabendo da situação que estamos a viver, levamos um colchão e um pouco de água e ficamos ali. Só consegui dormir duas horas. Fechas-te dentro do bunker e ouves explosões", acrescentou o médio-centro argentino de 28 anos.

Marcelo Meli assume que a sua vontade é de abandonar o país. "Nunca me imaginei a viver uma situação assim. Pensamos em entrar num avião e irmos [embora], mas caíram mísseis perto do aeroporto de Tel Aviv e acabaram por fechá-lo. Continuam a ouvir-se as explosões desde longe. Com toda esta situação, o que menos quero é treinar. Preciso de voltar a casa e abraçar a minha família. Com esta questão da pandemia, há 10 meses que não vejo os meus pais. A minha família está desesperada porque quer que eu saia daqui", finalizou.

Pelo Sporting, Marcelo Meli realizou um total de dois jogos com a camisola dos leões na temporada 2016/17, frente a Arouca e Praiense, a contar para a Taça da Liga e Taça de Portugal, respetivamente.

Por Record
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.